19:12 19 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    16733
    Nos siga no

    Ministro do Comércio Interior da Síria, Atef Naddaf, disse que seu país é obrigado a importar petróleo, enquanto os EUA mantêm forças em zonas ricas de petróleo do seu país.

    Em declaração ao canal de TV Rossiya 24, Atef Naddaf disse:

    "Nosso inimigo, os EUA, vendem [petróleo] à Turquia, etc, e através da Turquia para fora [a outros países]".

    Ainda segundo o ministro, isso acontece ao mesmo tempo que a Síria é obrigada a importar petróleo, que só se pode comprar em dólares.

    Contudo, os bancos do país estão impedidos de realizar atividades financeiras livremente fora do país devido às sanções norte-americanas.

    Anteriormente se tornou pública a informação de que os EUA estavam planejando a construção de duas bases militares na Síria, sendo que ambas ficariam próximas de poços de petróleo sírios.

    Saída sem prazo

    Apesar do presidente norte-americano, Donald Trump, ter demonstrado interesse em remover suas forças militares do país árabe, os mais recentes eventos apontam para a manutenção das forças do Pentágono na Síria.

    Enquanto isso, o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, declarou ontem (28) que seu país busca uma forma para ajudar a Turquia no conflito sírio.

    Mais:

    Objetivo de Israel é expulsar Irã da Síria nos próximos 12 meses, afirma ministro da Defesa
    ONU declara preocupação com escalada militar na Síria
    Síria e Rússia iniciam trabalho de exploração de petróleo no Mediterrâneo
    Tags:
    guerra síria, Turquia, EUA, Síria, petróleo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar