20:22 05 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    311083
    Nos siga no

    Mais cedo, o Ministério da Defesa turco divulgou um comunicado dizendo que as forças do governo sírio teriam atacado o posto de observação na província de Idlib, na Síria, matando cinco soldados e ferindo outros cinco.

    Agora, em um novo comunicado emitido na tarde desta segunda-feira (10), o Ministério da Defesa turco afirmou que os militares do país atacaram 115 alvos do governo sírio, destruindo 101 deles, incluindo um helicóptero

    "Até agora, 115 alvos do regime [sírio] foram imediatamente atingidos e 101 elementos do regime foram neutralizados de acordo com informações iniciais de várias fontes. Constatou-se que três tanques e um helicóptero foram atingidos. A operação continua", disse o Ministério da Defesa da Turquia.

    O ministério disse ainda que retaliaria contra qualquer ataque contra suas forças, que têm postos de observação no norte da Síria.

    O ataque turco ocorre horas depois que o Ministério da Defesa do país emitiu um comunicado, dizendo que as forças do governo sírio teriam atacado um dos postos militares em Idlib, matando cinco soldados da Turquia e ferindo outros cinco.

    Há uma semana, oito cidadãos turcos foram mortos depois que as forças do governo sírio atacaram um posto de observação em Idlib.

    Após o bombardeio, as forças turcas realizaram um ataque de retaliação, matando, de acordo com o Presidente Recep Tayyip Erdogan, 76 militares sírios.

    Mais:

    Turquia pede que Rússia pressione Síria por fim de ações militares em Idlib, diz diplomata
    Turquia segue enviando equipamento militar para Idlib, na Síria
    Defesa da Turquia promete retaliar com ainda mais força se for atacada na Síria
    Cinco soldados turcos foram mortos em ataque a posto de observação na Síria, diz ministério turco
    Tags:
    Recep Tayyip Erdogan, disputa, ataque, Síria, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar