07:22 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Uma forte explosão atinge o bairro diplomático de Cabul (imagem referencial)

    Comboio dos EUA teria sido alvo de ataque suicida no Afeganistão

    © REUTERS / Mohammad Ismail
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3273
    Nos siga no

    Forças militares norte-americanas teriam sido atacadas por terrorista suicida na estrada Cabul-Paktia no Afeganistão.

    O ataque teria ocorrido cerca das 11h00 local (3h30 no horário de Brasília) segundo informou uma fonte à Sputnik.

    Até o momento as autoridades militares norte-americanas não se pronunciaram sobre o suposto ataque suicida que teria ocorrido contra um comboio militar na estrada Cabul-Paktia.

    Negociações

    No final de outubro passado, o governo afegão propôs um plano de paz baseado em sete pontos-chave.

    O plano teria como objetivo estabelecer negociações de paz separadas com os EUA e a OTAN, com o Talibã (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países), Paquistão e parceiros regionais e internacionais, assim como organizações.

    Soldado do exército afegão durante combates contra o Talibã, 4 de outubro de 2016
    © AFP 2019 / BASHIR KHAN SAFI
    Soldado do exército afegão durante combates contra o Talibã, 4 de outubro de 2016

    Além disso, ao longo dos últimos meses, os EUA e o Talibã mantiveram diálogo para pôr fim à violência que tem assolado o Afeganistão desde 2001.

    Apesar das negociações, os ataques contra forças americanas no país têm continuado.

    Segundo informou o site Statista, os EUA já perderam mais de 2.000 militares em solo afegão.

    Mais:

    Moscou pretende incluir Irã no diálogo com EUA sobre Afeganistão
    Pentágono estaria planejando retirada do Afeganistão em caso de decisão repentina de Trump
    Rússia envia pela 1ª vez sistema antiaéreo S-300 para fronteira com Afeganistão
    Tags:
    Cabul, Afeganistão, guerra do afeganistão, EUA, terrorismo, ataque suicida, Talibã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar