04:53 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente da República Centro Africana, Faustin-Archange Touadéra, com o presidente russo, Vladimir Putin, durante o Fórum Rússia-África, em 23 de outubro de 2019

    República Centro-Africana pensa em abrigar base militar russa

    © Sputnik / Mikhail Metsel
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4191
    Nos siga no

    A República Centro-Africana estuda a possibilidade de abrigar base militar da Rússia em seu território, declarou à Sputnik o presidente do país, Faustin-Archange Touadéra.

    A possibilidade de instalar uma base militar estaria em consonância com acordo de cooperação militar assinado no ano passado.

     "Nós seguimos trabalhando nessa questão com o nosso Ministério da Defesa e o Ministério da Defesa da Rússia para estudar as possibilidades", disse o presidente.

    A Ministra da Defesa da República Centro-Africana, Marie-Noelle Koyara, havia feito declaração neste sentido em Janeiro de 2019. 

    Equipe da Sputnik entrevista presidente da República Centro-Africana, Faustin-Archange Touadéra, durante o Fórum Rússia-África, em 24 de outubro de 2019
    © Sputnik / Ekaterina Lyzlova
    Equipe da Sputnik entrevista presidente da República Centro-Africana, Faustin-Archange Touadéra, durante o Fórum Rússia-África, em 24 de outubro de 2019

    De acordo com ela a possibilidade da base ser instalada é vislumbrada no acordo intergovernamental sobre cooperação militar, assinado entre os dois países em agosto de 2018.

    Conflito na República Centro-Africana

    Em 2013, a capital Bangui foi assolada por conflitos entre o exército e milicianos cristãos. O conflito se expandiu para uma guerra civil, que gerou milhares de refugiados.

    No início deste ano, o presidente Touadéra assinou acordo de paz com os grupos armados de oposição, colocando um fim no conflito que já durava seis anos.

    O acordo prevê a realização de eleições, a livre associação partidária e formação de movimentos políticos, assim como a viabilização do retorno de refugiados.

    Apesar de possuir significativas riquezas minerais, como urânio, petróleo, ouro, diamante, cobre, entre outros, o país africano está entre os trinta países mais pobres do mundo, de acordo com o Banco Mundial.

    Mais:

    Robô russo diverte africanos no fórum econômico de Sochi (VÍDEO)
    Antiga parceira da Odebrecht, mineradora de diamantes de Angola avança nos negócios com Rússia
    Ministra angolana revela experiência de ensino brasileira tão procurada por Angola
    Moçambique revela área que mais recebe investimento do Brasil
    Compradora de armas russas, Angola espera ajuda da Rússia para se tornar autossustentável
    Tags:
    relações bilaterais, Rússia, base militar, República Centro-Africana
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar