21:46 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente iraniano, Hassan Rouhani, falando durante uma reunião com os ministros em Teerã, Irã, 11 de outubro de 2017

    Rouhani diz que poder internacional do Irã aumentou após sanções americanas

    © AP Photo/ Gabinete do presidente iraniano
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7271
    Nos siga no

    O presidente do Irã, Hassan Rouhani, disse nesta segunda-feira (14) que Teerã superou a pressão dos EUA e aumentou seu poder no cenário internacional, conquistando um maior reconhecimento de outras nações. 

    "Em termos políticos e internacionais, a República Islâmica do Irã tem agora posições mais firmes", disse Rouhani durante coletiva de imprensa transmitida pela televisão. 

    Segundo o presidente, todos os as grandes potências das Nações Unidas reconhecem que o Irã aumentou sua força neste ano. Rouhani disse ainda que todas as estatísticas demonstram que Teerã conseguiu superar a crise criada pelas tentativas dos Estados Unidos e outras nações de prejudicar o Irã. 

    Sanções americanas atingem vários setores

    Desde a retirada unilateral do pacto nuclear, em maio de 2018, os Estados Unidos vem recolocando sanções contra os iranianos, atingindo setores como petróleo, metalurgia, finanças, setor bancário, comércio, desenvolvimento de armas. Além disso, os EUA impuseram restrições a viagens e congelamento de divisas. 

    A crise aumentou após o Irã diminuir o cumprimento das obrigações previstas no acordo após o primeiro aniversário da saída americana do pacto.

    Teerã busca pressionar seus parceiros europeus no acordo, que vem afirmando estar comprometidos com sua manutenção. O presidente da França, Emmanuel Macron, lidera os esforços para preservar o pacto e diminuir os atritos entre iranianos e americanos.

    Mais:

    Irã diz que 'passo importante' foi dado para reunião sobre acordo nuclear com os EUA
    Irã mostra novas armas sofisticadas em meio à escalada nas tensões regionais (FOTOS)
    Como a Rússia pode responder à saída dos EUA do Tratado INF? Analista explica
    Irã ameaça limitar inspeções da AIEA às suas instalações nucleares
    Tags:
    Crise, Emmanuel Macron, França, Hassan Rouhani, acordo, nuclear, sanções, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar