11:08 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Manifestantes protestam contra o governo iraquiano na praça Tahrir, em Bagdá

    Confronto durante manifestação deixa 1 morto e 200 feridos em Bagdá

    © AP Photo / Khalid Mohammed
    Oriente Médio e África
    URL curta
    210
    Nos siga no

    Uma pessoa foi morta e outras 200 ficaram feridas em Bagdá, nesta terça-feira, durante o primeiro grande protesto contra o atual governo, iniciado há um ano.

    De acordo com a AFP, as vítimas teriam sido atingidas por tiros de balas reais e por canhões d'água quando a polícia tentava dispersar os manifestantes, que se reuniram na capital para exigir mais oportunidades de emprego e serviços públicos funcionais. 

    Por várias horas, o centro de Bagdá ecoou o som de explosões, enquanto uma coluna de fumaça negra subia da icônica Praça Tahrir, o tradicional ponto de encontro dos manifestantes na cidade, escreve a agência. 

    URGENTE: um protesto anticorrupção na praça Tahrir de Bagdá aumentou depois que a polícia iraquiana entrou em choque com os manifestantes, usando canhões de água, gás lacrimogêneo e munição real.

    Outras manifestações também foram dispersas com truculência pela polícia nesta terça-feira em Najaf e Nassíria, ao sul de Bagdá, onde outra pessoa acabou morrendo em decorrência dos confrontos.

    Mais:

    Rio tem protesto e bloqueio de trânsito após morte de trabalhador na Vila Kennedy
    Protesto contra o governo termina com policiais feridos no Chile
    Parlamento de Hong Kong é evacuado com urgência após nova onda de protestos
    Tags:
    feridos, mortos, violência policial, manifestação, protesto, Bagdá, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar