15:38 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Plataforma de petróleo em Soroush, Irã em 25 de Julho de 2005

    Ministro coloca setor petrolífero do Irã em alerta máximo contra ataques

    © REUTERS / Raheb Homavandi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1141
    Nos siga no

    O ministro do petróleo do Irã ordenou neste domingo que o setor de energia de seu país estivesse em alerta máximo contra a ameaça de ataques "físicos e cibernéticos".

    Bijan Namdar Zanganeh disse que "é necessário que todas as empresas e instalações da indústria do petróleo estejam em alerta total contra ameaças físicas e cibernéticas", em comunicado publicado no site Shana do ministério do petróleo.

    Zanganeh destacou que são necessárias precauções devido às sanções americanas e à "guerra econômica em grande escala" que a República Islâmica acusa os Estados Unidos de travar contra ela.

    Washington, Riad, Berlim, Londres e Paris culpam o Irã por ataques que danificaram o setor de petróleo saudita em 14 de setembro e forçaram o maior exportador de petróleo do mundo a reduzir drasticamente a produção.

    Teerã negou qualquer ligação com os ataques, que foram reivindicados pelos rebeldes Houthis no Iêmen. O Irã apoia os rebeldes contra uma coalizão liderada pela Arábia Saudita que luta contra os Houthis desde 2015.

    Militantes armados leais aos rebeldes houthis, Sanaa, Iêmen, 20 de junho de 2016
    © AFP 2019 / MOHAMMED HUWAIS
    Militantes armados leais aos rebeldes houthis, Sanaa, Iêmen, 20 de junho de 2016

    Após os ataques, o presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que estava preparando uma resposta. Vários dias depois, ele endossou a restrição militar, sinalizando sua preferência por intensificar uma campanha de "pressão máxima" por meio de sanções econômicas.

    O Irã negou notícias da imprensa em 21 de setembro de que suas instalações de petróleo foram afetadas por um ataque cibernético.

    Mais:

    Embaixador do Irã em Bagdá ameaça atacar tropas americanas no Iraque
    Irã inicia construção de 3 novíssimos destróieres
    Bahrein culpa Irã por ataque a campos de petróleo sauditas e pede ação internacional
    Tags:
    Iêmen, Houthis, Bijan Namdar Zanganeh, ataque cibernético, diplomacia, refinarias, ataque, Estados Unidos, Arábia Saudita, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar