18:11 15 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Instalação de Khuraisda da Saudi Aramco

    Arábia Saudita afirma ter provas da participação do Irã nos ataques a suas refinarias

    © Foto / Saudi Aramco
    Oriente Médio e África
    URL curta
    18421
    Nos siga no

    As instalações petrolíferas da Saudi Aramco teriam sido atacadas por 25 mísseis de cruzeiro e drones, afirma o Ministério da Defesa da Arábia Saudita.

    Isso foi afirmado na quarta-feira (18) durante uma coletiva de imprensa para canais de televisão árabes pelo representante do Ministério da Defesa da Arábia Saudita, Turki al Malki.

    "Os ataques contra as instalações da Saudi Aramco foram realizados por 25 mísseis de cruzeiro e drones, inclusive 18 drones e sete mísseis de cruzeiro", disse Turki al Malki.

    Ao vivo nos canais de televisão, o Ministério da Defesa do país mostrou 4 mísseis de cruzeiro que teriam sido usados para o ataque contra um dos dois campos petroleiros de Hurais, no leste do país.

    Arábia Saudita continua a investigar qual foi o local de lançamento dos mísseis e drones que atacaram as instalações petrolíferas.

    "O ataque foi realizado desde o norte e sem dúvidas que foi suportado pelo Irã", declarou Turki al Malki.

    "Da investigação resulta evidente que o drone [usado para o ataque contra instalações da Saudi Aramco] é um Delta Wing iraniano", adicionou o representante do Ministério.

    Ataques contra Saudi Aramco

    Sendo o maior exportador e um dos três maiores produtores de petróleo, a Arábia Saudita depois do ataque contra suas instalações petrolíferas em 14 de setembro reduziu sua produção mais do que em duas vezes – em 5,7 milhões de barris por dia desde o número habitual de cerca de 9,8 milhões. O ministro da Energia da Arábia Saudita afirmou em 17 de setembro que, graças ao uso das reservas, o fornecimento do petróleo já voltou ao nível anterior. A extração perdida até agora foi recuperada em metade.

    Mais:

    Mídia: plano de contra-ataque ao Irã pelas refinarias sauditas incendiadas é proposto a Trump
    Embaixador saudita: ataque a instalações petrolíferas 'quase certamente' foi apoiado pelo Irã
    S-400 ou Patriot? Analista diz qual sistema seria melhor para Arábia Saudita após ataques de drones
    Tags:
    drones, ataques, petróleo, Arábia Saudita, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar