19:16 16 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira dos EUA astiada na fronteira entre Iraque e Síria, em Feeshkhabour (foto de arquivo)

    Milícia iraquiana culpa Israel por ataque mortal perto da fronteira com a Síria

    © AP Photo / Khalid Mohammed
    Oriente Médio e África
    URL curta
    964
    Nos siga no

    Grupos paramilitares xiitas iraquianos culparam Israel por incursões de aviões não tripulados que, segundo eles, mataram pelo menos um de seus combatentes perto da fronteira com a Síria.

    Os ataques em questão aconteceram neste domingo, a 15 quilômetros da fronteira, segundo um comunicado das Forças de Mobilização Popular (PMF), um agrupamento de facções muçulmanas xiitas apoiadas pelo Irã, citado pela Reuters. 

    De acordo com essa nota, ao menos um combatente foi morto e outro seriamente ferido nessa operação. Uma declaração anterior do comando de operações da PMF em Anbar informava que dois combatentes tinham sido mortos.

    Segundo o agrupamento, dois aviões não tripulados realizaram o ataque, com suposto apoio fornecido pelos Estados Unidos

    Uma fonte de segurança disse à Reuters que, na verdade, dois ataques aéreos foram realizados na região neste domingo. Enquanto um deles atingiu a sede de uma brigada paramilitar local, outro atingiu um comboio de veículos que deixava o prédio mais cedo.

    Mais:

    Israel teria atacado instalações iranianas em solo do Iraque
    Pentágono: Daesh reforça rede clandestina na Síria e no Iraque
    Guerra Irã-Iraque: retrospectiva do conflito em imagens
    Tags:
    Forças de Mobilização Popular, Irã, Anbar, Estados Unidos, milícia, xiitas, Síria, Israel, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar