21:10 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Soldado do exército sírio (foto de arquivo)

    Pelo menos 23 militares sírios morrem ao repelir ataques terroristas

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4013
    Nos siga no

    Pelo menos 23 militares sírios morreram e outros sete ficaram feridos ao repelir ataques de militantes terroristas neste fim de semana, informou o Centro Russo de Reconciliação na Síria em um comunicado divulgado no site do Ministério da Defesa da Rússia.

    Os terroristas realizaram ataques contra as posições das forças do governo sírio nos arredores da cidade de Iqqo, no dia 10 de agosto, e nos arredores de Mureq Achan e Qafer Ayn, no dia 11.

    "Todos os ataques terroristas foram repelidos pelas forças do governo. Os postos sofreram perdas consideráveis. Durante os ataques, 23 soldados do exército sírio morreram e outros sete ficaram feridos", informou o comunicado.

    Segundo dados do Centro de Reconciliação Russa, pelo menos 700 combatentes de grupos terroristas, armados com tanques, veículos blindados e metralhadoras pesadas, participaram dos ataques.

    Além disso, nas últimas 24 horas, os observadores militares russos detectaram 20 ataques dos radicais contra as cidades nas províncias de Aleppo, Latakia, Idlib e Hama.

    Já neste domingo, os representantes do Centro Russo de Reconciliação na Síria realizaram duas missões humanitárias nas províncias de Deir ez-Zor e Latakia, entregando cerca de 4,8 toneladas de alimentos para a população.

    Mais:

    Defesa aérea russa repele ataque de drone na base de Hmeymim na Síria
    Turquia afirma que EUA tirarão tropas de zona onde será iniciada operação turca na Síria
    Damasco: acordo turco-americano sobre 'zona segura' viola soberania síria
    Tags:
    soldados, mortes, guerra civil, terroristas, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar