19:12 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Membros das Forças Especiais dos EUA realizando treinamento durante operações contra grupo Daesh no sul da Síria

    Pentágono: Daesh reforça rede clandestina na Síria e no Iraque

    CC0 / Staff Sgt. Jacob Connor / 5th Special Forces Group (Airborne)
    Mundo
    URL curta
    212
    Nos siga no

    O grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em vários outros países) tem reforçado, nos últimos meses, sua rede clandestina na Síria e no Iraque, segundo um informe do Departamento de Defesa dos Estados Unidos.

    De acordo com o relatório, focado na operação Resolução Inerente e assinado pelo vice-inspetor-geral do Pentágono, Glenn Fine, pelo inspetor-geral do Departamento de Estado, Steve Linick, e pela inspetora-geral da Agência de Desenvolvimento Internacional (USAID), Ann Calvaresi Barr, desde que metade dos 2.000 membros das operações especiais e outras forças de assistência e treinamento retornaram para os EUA na primavera, o Daesh está tentando um retorno às atividades, cinco meses após o presidente dos EUA, Donald Trump, afirmar que as forças do califado haviam sido totalmente derrotadas. 

    ​"Apesar de perder o seu 'califado' territorial, o Estado Islâmico no Iraque e na Síria (ISIS) solidificou suas capacidades insurgentes no Iraque e estava ressurgindo na Síria neste trimestre", diz o documento, atribuindo esse cenário à falta de capacidade das Forças de Segurança Iraquianas e das Forças Democráticas da Síria de manter operações de longo prazo contra os militantes extremistas.

    Ainda segundo o Pentágono, o Daesh teria criado "células de renascimento" na Síria e tentado aumentar (o número de) seus postos de comando e controle no Iraque.

    Mais:

    Daesh pode voltar seus olhos para a Índia após sofrer derrotas no Oriente Médio
    Avião militar dos EUA é detectado voando perto de base aérea russa na Síria (FOTO)
    Iraque é contra os EUA usarem seu território para ações hostis contra o Irã
    Tags:
    ISIS, Departamento de Defesa dos EUA, Pentágono, Inherent Resolve, Estado Islâmico, Daesh, Estados Unidos, Síria, Iraque, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar