13:40 15 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Petroleiro passando pelo estreito de Ormuz

    Trump diz que navio de guerra dos EUA destruiu drone do Irã no Estreito de Ormuz

    © REUTERS/ Hamad I Mohammed
    Oriente Médio e África
    URL curta
    221732
    Nos siga no

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quinta-feira (18) que o navio de guerra USS Boxer destruiu um drone do Irã no Estreito de Ormuz.

    Segundo Trump, o drone iraniano ameaçou a embarcação ao chegar a cerca de 900 metros de distância e ignorou diversos avisos. O presidente estadunidense afirmou que outros países deveriam condenar o Irã e proteger suas embarcações. 

    "O drone foi imediatamente destruído", disse Trump na Casa Branca. "Foi o último de vários atos provocativos e hostis do Irã contra embarcações operando em águas internacionais."

    O ministro Relações Exteriores iraniano, Javad Zarif, afirma que não há registro de nenhum drone do Irã derrubado por forças dos EUA. 

    Também nesta quinta-feira, o Departamento de Tesouro dos EUA anunciou novas sanções contra o Irã.

    A tensão entre os dois países tem aumentado. Trump abandonou o acordo nuclear costurado com potências europeias, Rússia e China que condicionava o fim de sanções contra Teerã em troca de garantias de que o programa nuclear do país persa tenha fins pacíficos. Washington também aplicou sanções contra o Irã.

    Teerã, então, pediu ação de outros países para impedir que as sanções afetem sua economia e colocou em xeque a possibilidade de não mais obedecer os limites de enriquecimento de urânio do acordo nuclear.

    Os EUA tem aumentado sua presença militar no Oriente Médio citando uma "ameaça iraniana" e uma suposta intenção de Teerã de construir armas nucleares.

    O Irã afirmou reiteradas vezes que não tem o objetivo de construir armas nucleares. O chanceler iraniano já chegou a fazer a seguinte afirmação: "se nós estivéssemos interessados ​​em desenvolver armas nucleares, teríamos sido capazes de fazê-lo há muito tempo".

    Tags:
    Estados Unidos, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar