01:02 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Forças sauditas no Iêmen

    Coalizão nega que drones houthis atingiram alvos sauditas

    © REUTERS / Faisal Al Nasser/Files
    Oriente Médio e África
    URL curta
    220
    Nos siga no

    A coalizão árabe liderada pelos sauditas contra forças Houthis, no Iêmen, negou a afirmação dos rebeldes de que atingiram aeroportos sauditas usando drones, informou a mídia estatal saudita.

    Um canal de notícias pró-Houthi afirmou mais cedo, neste sábado (6), que drones Qaeda-2K realizaram ataques precisos em "instalações militares" nos aeroportos de Jizan e Abha, no sul da Arábia Saudita;

    Turki al-Maliki, porta-voz da Coalizão Árabe, disse que suas forças interceptaram e derrubaram os drones em pleno ar, conforme citado pela agência Saudi Press.

    O porta-voz também declarou que a coalizão continuará seus ataques contra o movimento rebelde.

    Os Houthis lançaram uma série de ataques contra os dois aeroportos nos últimos meses, matando um residente sírio e ferindo dezenas de civis, incluindo crianças.

    Pior conflito da atualidade

    Desde 2015, em decorrência do conflito entre os Houthis e o governo, apoiado pela Coalizão, o Iêmen vive uma crise humanitária classificada pela Organização das Nações Unidas (ONU), como a pior da atualidade.

    O país já teve dezenas de milhares de mortos e convive com surtos de doenças, falta de abastecimento e conflitos diários. Mais de 400 hospitais no país foram bombardeados desde o início do conflito.

    A ONU estima que até o final de 2019 o número de mortos como consequência do conflito iemenita chegue a 233 mil, sendo que 60% deste número seja de crianças com menos de 5 anos.

    Mais:

    Retirada das tropas houthis dos portos no Iêmen está sob controle da ONU
    Tanque da época da Segunda Guerra Mundial foi aniquilado no Iêmen (VÍDEO)
    Coalizão saudita ataca embarcações houthis no Iêmen
    Mídia: houthis derrubam avião de reconhecimento saudita no céu sobre Iêmen
    Houthis acusam exército do Iêmen de bombardear prédio da ONU
    Tags:
    Iêmen, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar