15:02 23 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Grupo de combate liderado pelo USS Abraham Lincoln atravessa o canal de Suez

    Por que porta-aviões USS Abraham Lincoln até hoje não entrou no golfo Pérsico?

    © AP Photo / Marinha dos EUA
    Oriente Médio e África
    URL curta
    18292

    O porta-aviões USS Abraham Lincoln da Marinha dos EUA adiou a missão por causa de sua própria segurança e parou, junto com os navios que o acompanham, no mar da Arábia, relata mídia iraniana.

    Segundo comunicou a agência Tasnim, citando fontes nas Forças Armadas iranianas, a intenção de Washington de enviar o grupo de ataque ao golfo Pérsico foi vista em Teerã "como parte da guerra de informações hostis e uma tentativa de influenciar a opinião pública iraniana e internacional".

    As mesmas fontes asseguraram que o Irã não será influenciado por provocações norte-americanas e não será o primeiro a iniciar um conflito armado.

    "A República Islâmica do Irã não foi nem será a iniciadora da guerra, mas as Forças Armadas do país estão mais fortes do que nunca e determinadas a resistir às conspirações dos inimigos. Os Estados Unidos e seus aliados estão muito conscientes disso", declarou o interlocutor da agência nas Forças Armadas iranianas.

    Em 9 de maio, o grupo de ataque liderado pelo porta-aviões USS Abraham Lincoln e composto por dezenas de aeronaves, vários navios e um submarino, cruzou o Canal de Suez.

    Em 13 de maio, a Espanha, que também tem participado do grupo naval, anunciou a retirada de sua fragata F-104 Méndez Núñez.

    Anteriormente, o assessor de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, disse que os Estados Unidos estão enviando o porta-aviões USS Abraham Lincoln e bombardeiros para perto das costas do Irã. Segundo ele, Washington envia deste modo  uma "mensagem clara e inequívoca ao regime iraniano de que qualquer ataque aos interesses dos Estados Unidos ou dos nossos aliados [dos EUA] será recebido com força implacável".

    Mais:

    Seriam precisos apenas 2 ataques para vencer guerra contra Irã, diz senador dos EUA
    Profecia apocalíptica: rabinos encontram previsões sombrias do confronto entre EUA e Irã
    Irã suspende oficialmente cumprimento de alguns compromissos do acordo nuclear
    Líder supremo do Irã revela se persas estão prontos para guerra contra os EUA
    Tags:
    grupo naval, conflito, USS Abraham Lincoln, Forças Armadas do Irã, Marinha dos EUA, golfo Pérsico, Canal de Suez, Irã, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar