11:43 17 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Porta-aviões nuclear Abraham Lincoln da Marinha dos EUA, foto de arquivo

    Pentágono confirma chegada do porta-aviões USS Abraham Lincoln ao Oriente Médio

    © AP Photo / Hassan Ammar
    Oriente Médio e África
    URL curta
    828
    Nos siga no

    O porta-aviões USS Abraham Lincoln chegou à região de operações da frota americana no Oriente Médio, afirmou à Sputnik a porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, Rebecca Rebarich.

    O porta-aviões estadunidense USS Abraham Lincoln chegou à zona de operações da Quinta Frota norte-americana no Oriente Médio, informou a porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, Rebecca Rebarich, na quinta-feira. 

    "O porta-aviões USS Abraham Lincoln chegou à zona de operações da Quinta Frota dos Estados Unidos no Oriente Médio", disse Rebecca Rebarich.

    Ela também acrescentou que uma esquadrilha de bombardeiros estratégicos nucleares B-52 também já se encontra no Oriente Médio. 

    Anteriormente, mídias informaram que o grupo de ataque chefiado pelo porta-aviões USS Abraham Lincoln estava a caminho da região do golfo Pérsico e já atravessara o canal de Suez e entrara no mar Vermelho. 

    Hoje (10) O Comando Central da Força Aérea dos EUA informou sobre a chegada de um bombardeiro estratégico B-52 à base aérea de Al Udeid no Qatar para apoiar as forças norte-americanas na região.

    O agravamento das relações Irã-EUA aconteceu frente à intenção iraniana de suspender algumas de suas obrigações do acordo nuclear (JCPOA, na sigla em inglês).

    No início dessa semana, o presidente do Irã, Hassam Rouhani, notificou que o país daria 60 dias à Inglaterra, França, Alemanha, China e a Rússiapara se sentarem à mesa de negociações e assegurarem os interesses de Teerã.

    Em 8 de maio de 2018, os EUA anunciaram sua saída do acordo nuclear com o Irã e a reintrodução das sanções contra o país, incluindo as sanções secundárias, isto é, contra terceiros países que fazem negócios com o Irã. Washington declarou a intenção de reduzir as exportações iranianas de petróleo a zero.

    Mais:

    Bolton realiza reunião 'rara' sobre Irã na sede da CIA, revela mídia
    Trump diz que John Kerry 'deve ser processado' por manter contato com autoridades do Irã
    Irã quer trazer acordo nuclear 'de volta aos trilhos', diz Organização de Energia Atômica
    Tags:
    JCPOA, USS Abraham Lincoln, B-52, Comando Central dos EUA, Hassan Rouhani, Irã, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar