19:38 19 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    603
    Nos siga no

    O plano anunciado na quarta-feira (19) pelo presidente norte-americano, Donald Trump, de retirar todas as tropas dos EUA da Síria precisa ser examinado pelo Congresso para determinar o impacto da medida na segurança nacional dos EUA, disse nesta sexta feira (21) o senador republicano Lindsey Graham.

    "É imperativo que o Congresso realize audiências sobre a retirada da Síria — e potencialmente do Afeganistão — para compreender as implicações sobre nossa segurança nacional", disse Graham em sua conta no Twitter.

    ​Caso as audiências sugeridas por Graham realmente aconteçam, é provável que sejam realizadas apenas em janeiro de 2019.

    O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou esta semana que pretende retirar 2 mil soldados da região Norte da Síria, em que eles realizam apoio aos rebeldes curdos ao lado das Forças Democráticas da Síria, aliadas dos EUA.

    O presidente também ordenou a retirada de cerca de metade dos 14 mil soldados dos EUA presentes no Afeganistão, de acordo com a mídia norte-americana.

    A retirada — que enfrenta a oposição de parte dos republicanos e também dos democratas no Congresso — causou renúncia do ministro da Defesa dos EUA, o James Mattis, que anunciou sua decisão na quinta-feira (20).

    Mais:

    Trump ameaça paralisar governo se democratas não aprovarem muro com México
    EUA esperam avançar em encontro entre Trump e Kim no início de 2019, diz Pompeo
    De saída, embaixadora dos EUA diz que plano de paz de Trump é 'melhor para Palestina'
    'Estávamos fazendo trabalho': Trump chama Rússia, Irã e Síria de inimigos locais do Daesh
    Tags:
    guerra do afeganistão, Guerra da Síria, Congresso dos EUA, Republicanos, Democratas, Lindsey Graham, James Mattis, Donald Trump, Afeganistão, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar