17:59 14 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Militantes do braço armado do Hamas na Faixa de Gaza

    Israel teria se preparado para assassinar líderes do Hamas em Gaza

    © REUTERS / Ibraheem Abu Mustafa
    Oriente Médio e África
    URL curta
    859

    Nos últimos meses, Israel iniciou preparativos para assassinar os líderes do grupo islâmico Hamas na Faixa de Gaza, revelou o diário Haaretz.

    Os preparativos se fizeram em resposta aos protestos de palestinos na fronteira entre a Faixa de Gaza e Israel que começaram em 30 de março, bem como ao lançamento de cometas e balões incendiários contra território israelense.

    Fontes militares disseram ao jornal que Israel decidiu finalmente não levar a cabo os assassinatos "para esgotar os esforços do Egito e Nações Unidas para conseguir um acordo político" com Hamas.

    O exército e os serviços secretos de Israel consideram que o assassinato dos líderes do Hamas em Gaza "é preferível" a uma invasão da Faixa.

    Entretanto, os altos comandos das Forças Armadas israelenses creem que o assassinato dos líderes do Hamas pode levar a uma dura resposta do grupo islâmico e por fim a uma confrontação militar em grande escala.

    O exército de Tel Aviv prefere adiar um confronto armado até o ano de 2019, quando será concluída a construção de uma barreira ao longo da fronteira com a Faixa de Gaza.

    Mais:

    Israel e Hamas concordam com cessar-fogo na Faixa de Gaza
    Israel divulga VÍDEO de ataque aéreo contra Gaza
    Aviões israelenses atacam contra mais de 100 alvos em Gaza
    Tags:
    invasão, exército, militares, confrontos, incendiários, balões, Hamas, Faixa de Gaza, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik