03:53 20 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Forças francesas patrulhando um dos distritos de Bangui, República Centro-Africana

    Embaixada russa inicia repatriamento de corpos de jornalistas russos mortos na África

    © REUTERS / ISSOUF SANOGO
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 03

    Segundo a representante oficial da chancelaria russa, Maria Zakharova, a embaixada da Rússia na República Centro-Africana (RCA) começou a tratar do transporte dos corpos dos jornalistas assassinados no país, o que será feito nos próximos dias.

    "A embaixada está tratando do transporte dos corpos para a Pátria. Posso dizer que isso será feito nos próximos dias. A data exata será comunicada aos familiares", disse Zakharova na entrevista ao canal Rossiya 24.

    Além disso, ela ressaltou que os jornalistas haviam formalizado a viagem ao país africano como turistas e que não há dados exatos sobre a sua estadia.

    "No que se refere ao objetivo da viagem, devem responder as pessoas que enviaram para lá os seus funcionários. Por sua vez, posso dizer que, após receber os documentos formalizados na embaixada da RCA em Moscou, a viagem foi formalizada como turística", adicionou Zakharova.

    Anteriormente, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia informou que em 30 de julho na República Centro-Africana morreram três pessoas que tinham só documentos de jornalista concedidos em nome de Kirill Radchenko, Aleksandr Rastorguev e Orkham Dzhemal. Atualmente, conforme a chancelaria russa, os seus corpos já estão na capital do país, Bangui. O Comitê de Investigação da Rússia iniciou um caso penal segundo o artigo Assassínio.

    Mais:

    Sindicato dos Jornalistas Russos investiga assassinato na República Centro-Africana
    Mídia: 3 supostos jornalistas russos são mortos na República Centro-Africana
    Tags:
    morte, assassinato, jornalistas, Ministério das Relações Exteriores, Maria Zakharova, República Centro-Africana, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik