13:24 20 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Membros do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica iraniano (foto de arquivo)

    EUA vão receber resposta 'forte, inimaginável e lamentável' se ameaçarem Irã

    © AP Photo / Vahid Salemi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6171

    De acordo com o comandante do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, general-major Mohammad Bagheri, citado pela agência de notícias IRNA, os EUA não devem ameaçar o Irã, caso contrário terão uma resposta "forte, inimaginável e lamentável".

    Em 23 de julho, o presidente norte-americano, Donald Trump, fez uma advertência ao Irã de que Teerã poderia sofrer as "consequências" como "poucos sofreram algum dia na história" se ameaçasse os EUA.

    No entanto, o Irã rejeitou a advertência irada do presidente norte-americano, comunica a IRNA.

    No domingo (22), o presidente do Irã, Hassan Rouhani, avisou Donald Trump para que "não brinque com fogo", sublinhando que o conflito com o Irã seria "a mãe de todas as guerras".

    O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, antes declarou que vários iranianos na Europa tinham sido detidos por preparação de um ataque terrorista em Paris.

    Um diplomata iraniano em Viena estava supostamente envolvido na organização de um ataque terrorista contra uma manifestação da oposição iraniana na França em 30 de junho.

    As tensões entre o Irã e EUA aumentaram ainda mais depois de Donald Trump ter decidido em maio de 2018 retirar o seu país do Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA na signa em inglês), também conhecido como acordo iraniano.

    Mais:

    Depois de 'quebrar' Irã, EUA vão tratar da Rússia, acha especialista
    Irã adverte EUA contra o bloqueio de petróleo e diz querer restaurar relações com sauditas
    'Homens santos hipócritas', diz Mike Pompeo sobre líderes do Irã
    Tags:
    ameaça, resposta, Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, Donald Trump, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik