06:04 20 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Uma família iraniana passa por pichações contrárias aos EUA na parede da antiga embaixada americana em Teerã.

    'Irã precisa se unir frente a uma séria guerra econômica estimulada pelos EUA'

    © AFP 2018 / ATTA KENARE
    Oriente Médio e África
    URL curta
    491

    O primeiro vice-presidente do Irã, Eshaq Jahangiri, pediu aos moradores do país que combatam "uma séria guerra econômica desencadeada pelos EUA contra a República Islâmica", segundo a agência de notícias iraniana Press TV.

    Jahangiri disse que os americanos acreditam que "podem ter sucesso em prejudicar nossa economia, de modo que o Irã, nas palavras do presidente dos EUA, seja forçado a voltar à mesa de negociações".

    "Nestas circunstâncias, todos os funcionários do Estado, incluindo o governo, Majlis [o parlamento iraniano], as correntes políticas e de elite e todo o povo iraniano são chamados a se unirem contra esta grande trama e ajudar a passar por essa fase com dignidade e satisfação".

    Segundo Jahangiri, o ataque ao setor de transporte do Irã continua em alta "na agenda do inimigo", em meio aos planos de Washington de restabelecer as sanções contra os setores de aviação e transporte da República Islâmica.

    Seus comentários foram feitos poucos dias depois que o ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, sinalizar a disposição de retornar à mesa de negociações com os Estados Unidos se Trump aderir novamente ao acordo nuclear de 2015.

    Zarif criticou o colega americano Mike Pompeo por fazer "ameaças" contra o Irã no mês passado, quando listou 12 exigências a Teerã para evitar o que Pompeo descreveu como "as sanções mais fortes da história".

    O chanceler iraniano chamou o ultimato de Pompeo de "reação desesperada" e uma tentativa de justificar a retirada unilateral de Washington do acordo. O principal diplomata iraniano instou o governo Trump a cessar as violações dos acordos e a "agressão econômica" contra o Irã, além de reconhecer a intromissão regional.

    Tags:
    Press TV, Ministério das Relações Exteriores do Irã, Donald Trump, Mike Pompeo, Mohammad Javad Zarif, Eshaq Jahangiri, Estados Unidos, Washington, Irã, Teerã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik