11:37 17 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Fumaça liberada após um ataque aéreo da coalizão internacional em Raqqa (foto de arquivo)

    Defesa russa divulga fotos de destruição provocada por coalizão dos EUA em Raqqa

    © AP Photo / Hussein Malla
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7162

    O Ministério da Defesa da Rússia divulgou uma série de imagens neste sábado mostrando a grande destruição provocada pela coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos na cidade síria de Raqqa.

    "Ministério da Defesa da Rússia publica fotografias aéreas confirmando a destruição catastrófica na cidade de Raqqa causada por bombardeios da coalizão internacional, que destruíram a maioria dos edifícios residenciais, hospitais, mesquitas, escolas e instalações de apoio à vida."

    De acordo com a Defesa russa, a situação humanitária na cidade, uma vez considerada capital do proclamado Estado Islâmico, do Daesh, continua extremamente crítica, sem água corrente, sem eletricidade, sem trabalho de desminagem, hospitais ou farmácias.

    "Condições para o retorno seguro dos residentes não foram criadas, enquanto a permanência dos habitantes que já retornaram é perigosa", disseram os militares russos em nota. 

    Um dos maiores riscos para a população de Raqqa são as inúmeras minas deixadas para trás. Segundo a Defesa russa, esses dispositivos são responsáveis pela morte de até 30 pessoas por semana, e teriam deixado quase 660 feridos entre outubro de 2017 e março de 2018.

    Mais:

    Rússia propõe criação de comissão internacional sobre Raqqa, diz ministro
    Washington: armamos os curdos para libertar Raqqa, não para passar as armas adiante
    Como no Reichstag: bandeira soviética é levantada sobre Raqqa (FOTO)
    Tags:
    coalizão internacional, Estado Islâmico, Daesh, Raqqa, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik