01:22 20 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Militantes armados leais aos rebeldes houthis, Sanaa, Iêmen, 20 de junho de 2016

    Senadores democratas questionam participação dos EUA na guerra civil do Iêmen

    © AFP 2018 / MOHAMMED HUWAIS
    Oriente Médio e África
    URL curta
    762

    Oito senadores do Partido Democrata dos Estados Unidos publicaram carta pública para o secretário de Defesa, James Mattis, nesta terça-feira (20) com questionamentos sobre a legalidade da participação dos EUA na guerra civil do Iêmen.

    O Pentágono fornece apoio logístico à coalizão liderada pela Arábia Saudita e compartilha informações de inteligência, além de reabastecer as aeronaves sauditas em pleno voo. Riade apoia o governo do Iêmen na sua luta contra rebeldes houthis — que são aliados do Irã. O conflito já matou 15 mil civis, afirmam os congressistas.

    Os senadores também questionam o fornecimento de armas para os Emirados Árabes Unidos.

    Eles afirmam que essas parcerias militares deveriam ter sido aprovadas pelo Senado e que não há clareza dos gastos envolvidos. A carta pode ser lida na íntegra no link (em inglês).

    Por 55 votos a 44, o Senado adiou nesta terça-feira a votação definitiva que pode suspender a participação de Washington na guerra civil iemenita.

    Mais:

    General dos EUA admite: não sabemos como sauditas usam nossas armas no Iêmen
    Conselho de Segurança da ONU adota por unanimidade resolução russa sobre Iêmen
    Explosões de dois carros em ataques suicidas deixam dezenas de mortos no Iêmen (FOTOS)
    Ataque da coalizão árabe deixa vários mortos e feridos no Iêmen
    Ataque suicida no posto de controle militar no Iêmen deixa 11 mortos
    Tags:
    Estados Unidos, Iêmen
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik