02:17 28 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Fumaça provocada por ataques na região de Ghouta Oriental, nos arredores de Damasco (arquivo)

    Ministério da Defesa russo: militantes começam confrontação aberta em Ghouta Oriental

    © AFP 2018 / AMER ALMOHIBANY
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7180

    Os grupos de militantes em Ghouta Oriental, na Síria, começaram uma confrontação aberta entre si após a exigência de separar os rebeldes do grupo Faylaq al-Rahman dos terroristas da Frente al-Nusra, com vista à sua retirada da zona, informou nesta segunda-feira (12) o Centro Russo de Reconciliação na Síria.

    Ontem(11), o Centro Russo de Reconciliação na Síria exigiu que os rebeldes da Faylaq al-Rahman cortem ligações com a organização terrorista Frente al-Nusra para realizar a sua posterior retirada da região sitiada de Ghouta Oriental.

    A exigência fez com que os militantes tenham iniciado uma confrontação aberta entre si.

    "Membros dos grupos armados ilegais estão combatendo nas ruas, os civis são obrigados a buscar abrigos para não serem alvos das ações armadas", afirmou o representante do centro russo, major-general Vladimir Zolotukhin.

    Nesta segunda-feira, na região de Ghouta Oriental começou a 14ª pausa humanitária com dois corredores humanitários funcionando para garantir a saída de civis e militantes. Ontem, através do corredor humanitário foram retirados 56 civis, entre eles 26 crianças. 

    Atualmente, os militantes continuam bloqueando as entradas no corredor do lado de Ghouta Oriental, impedindo que as pessoas deixem a região.

    A região de Ghouta Oriental foi ocupada pelos militantes em 2012. De acordo com estatísticas do exército sírio, na área estão entre 10 e 12 mil militantes. Apesar da recente resolução da ONU, apelando a todas as partes do conflito a aderir à pausa humanitária, os combates não terminaram, segundo o Centro Russo de Reconciliação na Síria.

    Mais:

    ONU e Crescente Vermelho preparam comboio de ajuda para o norte da Síria
    Analista: Há evidências de uso de gás sarin pela Frente al-Nusra na Síria
    Tags:
    militantes sírios, rebeldes, extremistas, Faylaq al-Rahman, Centro para a Reconciliação na Síria russo, Frente al-Nusra, Ghouta Oriental, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik