Rússia pede que Faylaq al-Rahman corte laços com a Frente al-Nusra

© AFP 2022 / Amer AlmohibanyИсламистский боевик из группировки Faylaq al-Rahman в Дамаске
Исламистский боевик из группировки Faylaq al-Rahman в Дамаске - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Centro Russo para a Reconciliação Síria exigiu que o grupo rebelde Faylaq al-Rahman rompa suas ligações com os extremistas da Frente al-Nusra para que seja autorizada a sua retirada da região sitiada de Ghouta Oriental.

Um corredor humanitário entre Damasco e Ghouta Oriental perto do campo de refugiados de Al Wafidin na Síria - Sputnik Brasil
Protestos em apoio ao Exército Sírio e contra militantes emergem em Ghouta (FOTOS)
"Ocorreu um encontro de trabalho entre representantes do Centro Russo para a Reconciliação Síria e líderes da Faylaq al-Rahman, no qual demandamos que eles se separem imediatamente da organização terrorista Jabhat al-Nusrah [Frente al-Nusra]", afirmou neste domingo o major-general russo Vladimir Zolotukhin. "As partes discutiram a retirada de formações da Jabhat al-Nusrah de Ghouta Oriental para Idlib, bem como o destino posterior dos membros do Faylaq al-Rahman".

De acordo com o militar, a situação em Ghouta Oriental permanece tensa, com os militantes atacando Damasco com projéteis de 120 mm. No entanto, não há relatos recentes de mortos e feridos.

"Apesar das provocações por parte dos terroristas, o Centro Russo para a Reconciliação Síria, apoiado pelo governo sírio, segue a operação humanitária em Ghouta Oriental. De 9h às 14h, foi realizada a 13ª pausa humanitária, para garantir os trabalhos no corredor humanitário, para a retirada de civis e militantes com as suas famílias", destacou Zolotukhin. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала