09:21 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Angosat-1

    Fonte: contato com o 1º satélite angolano lançado pela Rússia é perdido

    © Foto: RKK Energia
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Primeiro satélite de Angola (9)
    15823

    O foguete Zenit com o primeiro satélite da Angola a bordo, AngoSat-1, foi lançado pela Rússia do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, nesta terça-feira (26).

    Uma fonte conhecedora da situação comunicou à Sputnik que o contato com o primeiro satélite angolano foi perdido.

    "O estágio do foguete Fregat estava mantendo contato regular […] com o satélite angolano, todos os sistemas estavam funcionando normalmente, contudo, o último contato foi perdido e a telemetria parou de vir", assinalou a fonte.

    De acordo com a fonte, o AngoSat-1 pode vir a ser reconhecido como inoperante.

    Lançamento do foguete portador Soyuz-2.1b. (foto de arquivo)
    © Sputnik . Mikhail Voskresensky
    Contudo, outra fonte comunicou à Sputnik que especialistas esperam recuperar o contato perdido com o satélite angolano em 11 horas.

    "Ainda há esperança de que o contato com o aparelho seja recuperado. Temos aproximadamente 11 horas para que isso aconteça", comunicou ela.

    Nesta terça-feira (26), o foguete Zenit com o primeiro satélite da Angola a bordo, AngoSat-1 foi lançado pela Rússia do cosmódromo de Baikonur, depois de ter sido testado inúmeras vezes. Inicialmente, planejava-se por o satélite na órbita terrestre no terceiro trimestre deste ano, contudo, a data do lançamento foi reagendada várias vezes, e aprovada finalmente para dezembro.

    De acordo com a Roscosmos, Corporação Estatal de Atividades Espaciais da Rússia, o foguete pôs o satélite na órbita terrestre como planejado, separando-o do estágio orbital de transferência.

    Tema:
    Primeiro satélite de Angola (9)

    Mais:

    Novo lançamento de satélite pode esconder mais um teste balístico da Coreia do Norte
    Opinião: novo satélite russo tem tudo para monitorar atividade militar no exterior
    Tags:
    falha, satélite, lançamento, Cosmódromo de Baikonur, Angola, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik