10:47 29 Março 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1100
    Nos siga no

    As relações entre a Aliança militar e a Turquia, como seu integrante, vêm recentemente piorando desde que Ancara retirou suas tropas de manobras que tinham lugar na Noruega.

    A Turquia precisa reconsiderar sua pertença à OTAN, já que a Aliança persegue uma política hostil quanto a Ancara, disse o conselheiro principal do presidente turco, Yalchin Topchu.

    "Chegou a hora de reconsiderar nossa pertença à OTAN. Não precisamos de uma organização que demonstra sua atitude hostil a um membro seu. A questão de nossa presença nesta organização deve ser urgentemente considerada no Parlamento turco", citou o canal da televisão Haberturk as palavras de Topchu.

    Anteriormente, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, anunciou sua decisão de retirar 40 militares turcos das manobras da OTAN na Noruega, depois de terem sido encontrados fotografias e nome de um dos fundadores da República da Turquia, Mustafa Kemal Ataturk, e do próprio presidente turco na parede dos "inimigos" da Aliança.

    "Em relação a nosso país e o presidente eleito ouvimos um tom hostil e traidor, trata-se de vilania e vergonha demonstrada durante as manobras da OTAN, onde foram usadas fotografias de Ataturk e o nome de Erdogan com intenções hostis", continua o conselheiro.

    O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, desculpou-se duas vezes pelas ofensas em relação à Turquia, e o chefe do Ministério da Defesa da Noruega, Frank Bakke-Jensen, expressou seu pesar e assinalou que a pessoa que postou os materiais era um empreiteiro civil, não um funcionário da OTAN, contudo, Erdogan achou atitude insuficiente.

    A Turquia se juntou à OTAN em 18 de fevereiro de 1952, três anos depois da criação da Aliança.

    Mais:

    Turquia vai comprar S-400 russos, pois não conseguiu armamento equivalente com a OTAN
    Turquia 'tem sido enganada pela OTAN' muitas vezes e já 'quase perdeu fé no bloco'
    Apesar dos protestos de Damasco, Turquia continua a deslocar material bélico para Idlib
    Tags:
    manobras, OTAN, Recep Tayyip Erdogan, Noruega, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar