10:57 06 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    17104
    Nos siga no

    Uma fonte diplomático-militar comunica que na Síria se realizam filmagens encenadas sobre uso alegado de armas químicas pelo exército sírio.

    Recentemente, equipes de profissionais realizaram filmagens encenadas sobre o alegado uso de armas químicas pelo exército sírio contra civis, disse à Sputnik uma fonte diplomático-militar.

    "A eficácia do espetáculo de TV dos Capacetes Brancos, em que é mostrado o alegado ataque químico com gás sarin efetuado pelas autoridades sírias em Khan Shaykhun, inspirou os terroristas para continuarem filmando este seriado encenado", disse a fonte.

    Segundo ela, nas filmagens em questão estiveram envolvidos 30 carros de bombeiros e ambulâncias, bem como 70 moradores locais com crianças trazidos de um campo de refugiados.

    "Para dar naturalidade ao vídeo, as filmagens foram feitas com celulares de vários ângulos, bem como com um drone. Depois do fim do 'processo de filmagem' cada participante, incluindo as crianças, recebeu mil libras sírias e um conjunto de produtos alimentícios", acrescentou.

    "A múltipla publicação dos vídeos com esta falsificação de grande envergadura, acompanhada de comentários 'gritantes' nas redes sociais, deve ser feita nos próximos dias [antes de domingo 7 de abril]", disse a fonte.

    Em 4 de maio, a agência Sputnik, assim como outras mídias russas, citando a fonte diplomático-militar, publicou a informação sobre a filmagem encenada do uso de armas químicas pela Al-Jazeera. De acordo com os dados recebidos, o vídeo se encontrava em um país da Europa. 

    Na última sexta-feira esta informação não havia sido confirmada ainda por outras fontes, mas neste sábado o Centro Russo para a Reconciliação na Síria informou que moradores locais e a oposição informaram sobre o uso "substâncias tóxicas", em que operadores que estavam filmando para a Al-Jazeera eram os "consultores" da filmagem. 

    Tags:
    filmagem, Capacetes Brancos, Khan Shaykhun, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar