16:04 18 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    661
    Nos siga no

    O ministro das Relações Exteriores disse ainda que a nova administração americana "não pode abandonar" os compromissos firmados no documento.

    O presidente-eleito dos Estados Unidos, Donald Trump entra na Casa Branca no próximo dia 20 de janeiro, mas o mundo já está se adiantando à posse dele. Prova disso são as declarações do ministro das Relações Exteriores do Irã, Abbas Araghchi neste domingo.

    Araghchi disse a repórteres que o acordo nuclear entre os iranianos e as potências mundiais "não será renegociado" como início do novo governo dos EUA e que "a nova administração não pode abandonar" o compromisso firmado.

    Trump é um ferrenho crítico do acordo nuclear e, durante a campanha presidencial, o republicano se comprometeu a renegociar os termos do documento. O termo, porém, é apoiado por outras potências globais como China, Rússia e Alemanha.

    Mais:

    Futuro do acordo nuclear com o Irã divide EUA
    Irã ameaça romper com acordo nuclear se EUA prorrogarem sanções contra Teerã
    Teerã: Extensão das sanções norte-americanas viola acordo nuclear
    Chefe da CIA aconselha Trump a não confiar na Rússia e preservar acordo nuclear com Irã
    Tags:
    Ministério das Relações Exteriores do Irã, Casa Branca, Abbas Araghchi, Donald Trump, Alemanha, Rússia, China, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar