03:57 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Ruínas do hospital apoiado pela ogranização Médicos Sem Fronteiras, destruído em 15 de fevereiro, província de Idlib, Maaret al-Nuuman, Síria

    Ministério russo: Reino Unido financia mídia que informa sobre bombardeios de hospitais

    © AFP 2019 / GHAITH OMRAN / AL-MAARRA TODAY
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2315
    Nos siga no

    Representante oficial do Ministério da Defesa da Rússia, major-general Igor Konashenkov, declarou que Rússia não recebeu resposta aos pedidos de fornecimento de informações sobre hospitais e escolas localizados nos territórios controlados por extremistas.

    Este comentário foi feito em resposta às declarações recentes de John Kirby sobre "ataques contra hospitais" por parte da aviação russa na Síria.

    "Nós por várias vezes nos dirigimos aos representantes dos EUA, Reino Unido, França, Alemanha e outros países e organizações com pedidos para fornecerem informações sobre a localização de hospitais e escolas nos territórios controlados por terroristas. A resposta foi sempre igual: não dispomos dessas informações. Tudo o que se sabe são relatos dos Capacetes Brancos ou de 'jornalistas' anônimos locais", sublinhou Konashenkov.

    Ele adicionou que no relatório oficial do governo britânico sobre ajuda não humanitária à Síria em 2012-2015 foi mencionado que os Capacetes Brancos receberam 15 milhões de libras, outros 5,3 milhões foram recebidos por certas "mídias".

    "Na explicação da rubrica sobre 'mídia' está escrito: Os projetos financiados pelo Reino Unido são destinados à criação de uma rede de mídia independente em toda a Síria. O seu trabalho é informar por meio do Facebook e Twitter sobre ataques químicos do regime e fornecer rapidamente informações recebidas de moradores locais e Capacetes Brancos", concluiu Igor Konashenkov.

    Mais:

    Força Aérea síria faz bombardeios maciços a noroeste de Damasco
    Oposição síria e militares turcos libertam 5 povoados do Daesh
    Terroristas lançam foguetes contra hospital em Damasco
    Tags:
    ataques russos, hospital, Ministério da Defesa, John Kirby, Igor Konashenkov, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar