01:55 26 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Estudantes libaneses mostram um cartaz com a foto de Michel Aoun junto com a bandeira nacional (foto de arquivo)

    Até que enfim, Líbano escolheu seu presidente

    © AFP 2019 / HAITHAM MUSSAWI
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5131

    Depois de 46 tentativas e mais de dois anos de instabilidade política, o Líbano, por fim, escolheu o seu presidente.

    O novo presidente do país é o general e ex-primeiro-ministro Michel Aoun, do Movimento Patriótico Livre. Ele ganhou com 83 votos favoráveis, de um total de 126 votantes.

    O general Aoun, cristão, recebeu o apoio do partido Hezbollah, da tendência xiita do Islã. O apoio foi manifestado pelo secretário-geral do partido, general Sayyed Hassan Nasrallah, mais cedo neste mês.

    O cenário político atual é muito complicado no Líbano, estando o parlamento dividido entre os blocos pró-Ocidente e pró-Síria. As divergências impediram o país de escolher um alto dignitário nos últimos 29 meses. O general Aoun, por sua parte, já foi chamado de "presidente pró-iraniano".

    O principal rival de Aoun, Samir Geagea, da Aliança de 14 de Março, um partido pró-Ocidente, não conseguiu apoio nem do seu próprio partido. Mais cedo, o líder da Aliança, Saad Hariri, declarou que seu voto pertence a Aoun.

    Mais:

    Mais uma faísca no Oriente Médio: Líbano terá presidente pró-iraniano
    Israel bombardeia Líbano em retaliação por foguetes lançados na Galileia
    Líbano pode pedir ajuda à Rússia para combater terroristas
    Egito projeta bandeiras da Rússia, França e Líbano sobre pirâmide de Quéops
    Tags:
    eleições, Michel Aoun, Líbano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar