11:00 23 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    211
    Nos siga no

    Meteorologistas temem chuvas ácidas no sudeste do país, informa a mídia turca.

    Casa Branca, Resdência oficial do Presidente dos EUA
    © Sputnik / Наталья Селиверстова
    O fato está ligado a uma sabotagem organizada por militantes em uma usina química perto de Mossul, "capital" do grupo terrorista Daesh no Iraque.

    Segundo as informações disponíveis, os militantes do Daesh (organização terrorista que faz parte da lista de organizações terroristas da ONU e é, portanto, proibida na Rússia e reconhecida como terrorista no Brasil) incendiaram a usina, provocando um grande vazamento de gases tóxicos para a atmosfera.

    De acordo com o vice-primeiro-ministro turco, Veysi Kaynak, os meteorologistas trabalham juntamente com especialistas do departamento de situações de emergência para lidar com eventual perigo de formação de uma nuvem tóxica. O pior cenário para a Turquia seria a nuvem atravessar a fronteira entre o Iraque e a Turquia na província de Hakkari.

    Contudo, o serviço meteorológico turco informa que o perigo de "chuva ácida" é bastante pequeno, pois o vento mudou de direção.

    Desde a semana passada, está em curso a operação militar contra o Daesh em Mossul, liderada pelo exército iraquiano e as forças curdas peshmerga.

    Mais:

    Rússia: avião dos EUA alvejou escola perto de Mossul, há baixas
    Esperança: moradores de Mossul se 'armam' com bandeiras brancas
    40 anos como peshmerga: história do combatente idoso que luta por Mossul
    Tags:
    Daesh, Iraque, Mossul, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar