10:05 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Prédios destruidos após ataque aéreo da coalizão internacional liderada pelos EUA na Síria

    EUA e Israel são a 'força aérea' do Daesh e da al-Nusra, diz embaixador sírio

    © AFP 2017/ AHMAD ABOUD
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4473

    Os militantes da Frente al-Nusra e do Daesh (autodenominado Estado Islâmico) recebem apoio aéreo de Israel e da coalizão liderada pelos Estados Unidos na Síria, segundo disse à Sputnik o embaixador sírio na Rússia, Riad Haddad.

    "A ofensiva dos EUA sobre as posições do exército sírio em Deir ez-Zor [coincidiu com] o avanço da Frente al-Nusra contra posições do exército sírio perto da cidade de Hader e em outras cidades que [o grupo terrorista] não conseguia controlar antes”, disse o embaixador à Sputnik. 

    “Isto foi precedido por uma cobertura aérea israelense. Como o avanço do Daesh foi precedido por uma cobertura aérea dos aviões da coalizão, a Frente al-Nusra e o Daesh não se queixam por não possuir uma força aérea, porque os aviões da coalizão de Israel e dos EUA estão desempenhando este papel”, acrescentou Haddad.

    Tanto a Frente al-Nusra quanto o Estado Islâmico são organizações banidas na Rússia. 

    Mais:

    Coalizão dos EUA elimina líderes do Daesh de origem chechena
    Legislador sírio: Ataque em Deir ez-Zor foi coordenado entre EUA e Daesh
    Representante da Síria: inteligência síria tem gravação de conversa entre Daesh e EUA
    Síria acusa EUA de conivência com Daesh
    Tags:
    exército sírio, terroristas, cobertura, coalizão, ataques aéreos, Estado Islâmico, Frente al-Nusra, Daesh, Riad Haddad, Israel, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik