06:17 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Grande bandeira da Turquia

    Chanceler turco: Rússia foi a primeira a descobrir ameaça proveniente de Gulen

    © AFP 2017/ OZAN KOSE
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Tentativa de golpe militar na Turquia (109)
    13330

    O ministro das Relações Exteriores da Turquia Mevlut Cavusoglu deu sua primeira entrevista exclusiva à Sputnik Turquia após a tentativa fracassada de golpe militar no país.

    Segundo ele, a Rússia foi o primeiro país a descobrir toda a seriedade da ameaça proveniente da organização terrorista de Fethullah Gulen, conhecida como FETO.

    O chanceler turco ressalta que a Turquia nem conseguiu descobrir o que esse movimento representa na realidade e que seus representante são, de fato, agentes secretos.

    Cavusoglu informou que desde o início a Rússia teve toda a razão em recear a FETO e não permitiu que ela se desenvolvesse no seu território.

    "Esperamos que a Rússia tome todas as medidas adequadas a esse respeito. Apreciamos e valorizamos muito o apoio dos nossos amigos que nos ajudam na luta contra ameaças à Turquia", confessou.

    De acordo com o ministro, uma rede bem ampla da FETO está atuando não só na Turquia, mas também em vários outros países. Existem riscos sérios de que os representantes desta organização possam realizar tentativas de golpe, à semelhança do que aconteceu na Turquia, tomar o poder e reforçar sua influência na região.

    Quanto a Gulen, segundo o ministro, a Turquia já encaminhou uma solicitação para extraditá-lo. No momento, o país dispõe de todos os documentos e provas que evidenciam a tentativa de golpe.

    Cavusoglu informou que nos dias 23-24 de agosto uma delegação dos EUA visitará a Turquia e o país pretende compartilhar todas as informações de que dispõe. Haverá também um encontro com o vice-presidente dos EUA Joe Biden a esse respeito.

    "Assim que o caso for devidamente preparado, os representantes do Ministério da Justiça da Turquia irão a Washington para realizar todos os procedimentos necessários. O respetivo acordo já foi assinado com os EUA", frisou.

    Segundo o ministro, a Turquia sempre satisfez todas as demandas da extradição provenientes dos EUA.

    De acordo com Cavusoglu, a Turquia tem pleno direito de requerer a extradição do chefe do grupo terrorista cujas ações provocaram morte de mais de 240 pessoas no país.

    O chanceler turco deixou claro que Gulen e os responsáveis presos têm que ser julgados em plena conformidade com a constituição do país, com processos objetivos e imparciais.

    A tentativa malsucedida de golpe militar na Turquia ocorreu na noite de 15 de julho. Gulen, que vive no estado da Pensilvânia, EUA, desde 1999, nega todas as acusações.

    Tema:
    Tentativa de golpe militar na Turquia (109)

    Mais:

    Fethullah Gulen denuncia nos EUA mandado de prisão emitido por Ancara
    Golpe na Turquia: Ancara emite mandado de prisão para Gulen nos EUA
    Tags:
    tentativa de golpe, julgamento, extradição, ameaça, FETO, Sputnik Turquia, Fethullah Gulen, Mevlut Cavusoglu, Turquia, EUA, Washington, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik