23:17 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Palmira

    Tropas sírias recuam e Estado Islâmico avança sobre Palmira

    © AFP 2019 / JOSEPH EID
    Notícias
    URL curta
    0 219

    Militantes do Estado Islâmico (EI) tomaram o controle sobre mais de um terço da histórica cidade de Palmira, na região central da Síria, segundo reportou nesta quarta-feira (20) o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

    De acordo com a organização, os jihadistas conseguiram dominar as partes do norte da cidade depois de confrontos violentos com as forças do governo sírio, que revidaram a ofensiva com intensos bombardeios. Segundo os últimos relatos, porém, o grupo terrorista já avançou para o controle quase total do sítio histórico.

    Palmira tem sido um epicentro de ferozes batalhas entre os militantes do EI e as tropas sírias há cerca de uma semana. Segundo relatos da mídia local, as forças governamentais tiveram que recuar da cidade, deixando grande parte dos templos e ruínas greco-romanas nas mãos dos terroristas.

    A cidade é um dos pontos culturais e arqueológicos mais importantes do Oriente Médio e está incluída na lista de patrimônios mundiais da humanidade feita pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

    Em 14 de maio, a diretora-geral da agência, Irina Bokova, manifestou extrema preocupação com os combates em curso perto de Palmira e pediu esforços pelo fim imediato das hostilidades na região. A organização teme uma nova catástrofe, especialmente depois da destruição causada recentemente pelo EI nas cidades assírias de Nimrud e Nínive, no Iraque.

    As autoridades responsáveis pela preservação dos tesouros históricos da Síria também pediram ajuda internacional, mas a coalizão ocidental que ataca as posições do EI em outros lugares no Iraque e na Síria tem evitado ações aéreas onde os jihadistas estão lutando diretamente contra as tropas do presidente Bashar Assad.

    Ainda segundo relatos das autoridades, algumas estátuas mais leves puderam ser retiradas a tempo de Palmira e levadas para Damasco.

    Mais:

    Estado Islâmico executa 26 sírios em patrimônio mundial da UNESCO
    General sírio: Washington mata líder do EI, depois de o ter apoiado
    Presidente iraquiano: contribuição do Irã é essencial para combate ao EI
    Tags:
    patrimônio mundial, terroristas, Patrimônio da Humanidade, EI, UNESCO, Estado Islâmico, Irina Bokova, Palmira, Nínive, Nimrud, Iraque, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar