10:27 12 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    240
    Nos siga no

    Uma japonesa consumiu um peixe que é conhecido pela sua probabilidade de contaminação, levando-a a ir a um hospital, onde foi descoberto um parasita que também existe em sushi.

    Foi detectado um nematoide em uma japonesa de 25 anos durante visita ao Hospital Internacional St. Luke em Tóquio, segundo uma pesquisa publicada na revista The American Journal of Tropical Medicine and Hygiene.

    A japonesa relatou ter comido sashimi, um tipo de peixe frequentemente infectado com parasitas aquáticos "desagradáveis", escreve o portal Science Alert, o que a levou ao hospital por estar sentido dor e irritação na parte de trás da garganta.

    "Embora a infecção orofaríngea seja rara, esta infecção é conhecida por causar 'formigamento da garganta' e tosse e deve ser considerado um diagnóstico diferencial de parasitose orofaríngea, pois o consumo de peixe cru, incluindo sushi e sashimi, se tornou mais popular e o número de casos relatados aumentou acentuadamente em todo o mundo", de acordo com os médicos Sho Fukui, Takahiro Matsuo e Nobuyoshi Mori.

    "O corpo do verme era preto, tinha 38 milímetros de comprimento e 1 milímetro de largura, e estava mudando a cutícula externa [exoesqueleto flexível]", descrevem.

    Pseudoterranova azarasi, verme encontrado em garganta de paciente
    Pseudoterranova azarasi, verme encontrado em garganta de paciente

    O verme era do tipo Pseudoterranova azarasi, que, junto com outros vermes, é também um perigo em refeições como o sushi. Como indicam os pesquisadores, na maior parte dos casos estudados nos países do Pacífico Norte, América do Sul e Países Baixos, a maioria das infecções ocorreu no estômago.

    No entanto, segundo o portal, uma infecção da garganta é mais fácil de tratar, bastando remover o verme, o que eliminou os sintomas da vítima. A japonesa também apresentou exames de sangue normais.

    É geralmente aconselhado congelar o peixe para matar quaisquer parasitas, mas diferentes países têm diretrizes distintas, dificultando muitas vezes a tarefa quando os animais vertebrados são importados de uma jurisdição mais estrita, ou vice-versa.

    Mais:

    Cientistas revelam como vermes diabólicos sobreviveram nas profundezas da Terra (FOTO)
    Verme incomum de 3 sexos é descoberto em lago tóxico na Califórnia (FOTO)
    Encontrado 'monstro do esgoto' pulsando em estrada texana (VÍDEO)
    Tags:
    Japão, Tóquio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar