03:25 21 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    736
    Nos siga no

    O grupo de moda sueco H&M decidiu retirar de suas prateleiras modelos de meias infantis devido a queixas de alguns clientes, que asseguram ver nelas a palavra "Alá" em árabe.

    Os itens retirados são meias infantis com um desenho de um boneco da Lego com um martelo pneumático. No entanto, alguns clientes afirmam que, virado de cabeça para baixo, o desenho contém a palavra "Alá" escrita em árabe, o que poderia insultar os muçulmanos, informou o jornal econômico Dagens Industri.

    Apesar de a empresa sueca garantir que tudo é resultado de uma coincidência, decidiu retirar o produto de suas lojas para não ofender os sentimentos dos muçulmanos.

    Comentando o assunto, usuários suecos criticaram a H&M por ser excessivamente cautelosa.

    "Tudo parece símbolos árabes, alguns traços e um pouco de hifens", escreveu uma internauta sueca.

    A polêmica surge semanas depois de várias lojas da H&M na África do Sul terem ido alvos de ataques devido a uma propaganda, considerada por muitos como racista.

    Mais:

    Após declaração racista, Trump diz querer imigrantes de 'todos os lugares'
    Muçulmana se candidata para ser a presidente da Rússia em 2018
    Tags:
    Alá, ofensa, religião, moda, loja, H&M, Suécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar