05:26 26 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Homem assiste à transmissão de notícias que mostra o presidente norte-americano Donald Trump e líder norte-coreano Kim Jong-un

    Trump diz estar 'ansioso' para se encontrar com Kim Jong-un

    © AP Photo / Ahn Young-joon
    Mundo
    URL curta
    904

    O presidente dos EUA, Donald Trump, declarou nesta quarta-feira (28) que está ansioso para conhecer o líder norte-coreano Kim Jong-un, acrescentando que há uma boa chance de que ele "faça o que é certo para seu povo e para a humanidade".

    Trump acrescentou que o presidente chinês, Xi Jinping, o informou por mensagem sobre a reunião que teve com o líder norte-coreano, depois que a inteligência sul-coreana informou que Kim visitaria Pequim com sua esposa.

    "Recebi mensagem na noite passada de Xi Jinping da China de que seu encontro com Kim Jong-un correu muito bem, e que Kim está animado para se encontrar comigo. Enquanto isso, e infelizmente, sanções e pressão máximas precisam ser mantidas a todo custo", publicou Trump em seu Twitter. 

    A declaração de Trump vem depois que o líder norte-coreano confirmou a disposição de manter diálogo com Washington e realizar uma reunião com o presidente dos EUA.

    "Por anos e por muitos governos, todos pensaram que não haveria a menor possibilidade para a paz e a desnuclearização da Península Coreana. Agora, há uma boa chance que Kim Jong Un irá fazer o que é certo para seu povo e para a humanidade. Estou ansioso para nossa reunião", acrescentou Trump.

    Em 9 de março, Trump aceitou o convite para se encontrar com Kim no final de maio, após meses de tensões e trocas de ameaças militares frequentes entre os dois líderes. Donald Trump disse mais tarde que esperava "um tremendo sucesso" na resolução da questão norte-coreana. 

    Mais:

    Opinião: China mostra que Coreia do Norte não é país pária
    Kim diz que situação na península coreana está melhorando graças à Coreia do Norte
    Coreia do Norte confirma visita de Kim Jong-un à China
    Tags:
    desnuclearização, península coreana, Kim Jong-un, Donald Trump, China, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik