00:16 13 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA, Donald Trump, brinca com um bastão de beisebol durante evento na Casa Branca

    Trump propõe orçamento de US$ 4,4 trilhões: confira 6 destaques

    © AFP 2018 / Olivier Douliery
    Mundo
    URL curta
    1888

    O presidente Donald Trump apresentou, nesta segunda-feira (12), sua proposta de orçamento para o ano fiscal de 2019. Com US$ 4,4 trilhões, o orçamento prevê cortes nos impostos e aumento no gasto militar.

    Confira seis destaques do documento:

    US$ 1,6 bilhão para muro na fronteira com o México

    O orçamento de 2019 solicita US$ 1,6 bilhão, de um total previsto de US$ 18 bilhões, para cumprir uma das promessas de campanha de Trump: o muro na fronteira com o México. O pedido é para construir cerca de 100 quilômetros de muro no Texas.

    US$ 19 milhões para promover a "democracia" na América Latina

    Há a previsão de um investimento de US$ 10 milhões em Cuba e US$ 9 milhões na Venezuela em 96 iniciativas que irão "promover a democracia, os direitos humanos e as liberdades fundamentais".

    US$ 15,1 bilhões para modernizar o poder nuclear

    Trump pediu US$ 15,1 bilhões "para modernizar e restaurar o empreendimento de segurança nuclear" de acordo com as novas diretrizes de segurança nacional dos EUA

    US$ 1,4 bilhão para financiar tropas estrangeiras no Oriente Médio

    O documento prevê o gasto de US$ 1,4 bilhão para para treinar e equipar a oposição síria e as forças de segurança do Iraque.

    US$ 13 bilhões para programas de aeronaves militares

    O orçamento solicita um investimento de US$ 10,7 para o desenvolvimento dos caças F-35 e US$ 2,3 bilhões para o bombardeiro de longo alcance B-21.

    US$ 6 bilhões para sistema antimísseis

    Trump solicitou recursos para a compra de 43 sistemas de defesa Aegis e 82 Thaad ("Terminal de Defesa Aérea para Grandes Altitudes", na sigla em inglês).

    As sugestões de orçamento da Casa Branca não costumam ser acatadas pelo Congresso — que controla os gastos federais. 

    Mais:

    Analista: empresa dos EUA errou feio ao vender operadoras latino-americanas antes do boom
    Abra caminho para ogiva nuclear! Ela em breve desaparecerá na 'base secreta' dos EUA
    'Por mais que se esforcem, EUA não conseguirão nos fazer mudar nosso rumo político'
    EUA e Coreia do Norte: tão perto, mas tão longe
    EUA na Síria são como cavalo de Tróia, acha especialista
    Por que ameaça nuclear de Pyongyang faz EUA rodearem Rússia com defesa antimíssil?
    Tags:
    Departamento de Estado dos EUA, Donald Trump, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik