06:23 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Bandeira do Curdistão e combatente curdo Peshmerga monitorando a área a partir do seu posto na linha de frente em Bashiqa

    Curdistão iraquiano propõe cessar-fogo e cancelamento do referendo de independência

    © AFP 2017/ AHMAD AL-RUBAYE
    Mundo
    URL curta
    7113

    Após grave escalada da tensão com a operação das forças iraquianas nos territórios ocupados pelos curdos, o Governo Regional do Curdistão dá sinal de trégua e propões voltar atrás com referendo sobre independência.

    O Governo Regional do Curdistão iraquiano propôs um cessar-fogo nesta terça-feira (24) ao governo iraquiano, além de se dispôr a congelar os resultados do referendo sobre a independência da região.  

    "Para cumprir como os nossos compromissos com o povo do Curdistão e do Iraque, propomos ao governo iraquiano um cessar-fogo imediato e o fim de todas as ações bélicas no Curdistão, o congelamento dos resultados do referendo no Curdistão iraquiano e o início de um diálogo aberto entre o Governo Regional do Curdistão e o governo federal do Iraque com base na Constituição", diz o comunicado publicado no site do governo curdo. 

    O conflito entre Bagdá e o Curdistão iraquiano teve um forte escalada da tensão após a realização do referendo sobre a independência dos curdos em 25 de setembro, realizado sem o consentimento do Iraque. 

    Em meados de outubro as forças iraquianas iniciaram uma operação para restabelecer o controle dos territórios do país que são ocupados pelas forças curdas Peshmerga. 

    Mais:

    Curdistão nunca quis entrar em guerra com Iraque, diz chanceler curdo
    Estados Unidos ao Iraque e Curdistão: 'Parem de provocações'
    Turquia fecha espaço aéreo para voos do Curdistão iraquiano
    Curdistão: presença do PKK em Kirkuk é 'declaração de guerra', diz Iraque
    Tags:
    curdos, referendo, conflito, cessar-fogo, Governo Regional Curdo, Bagdá, Iraque, Curdistão iraquiano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik