06:53 26 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Soldados da OTAN

    Embaixador russo na OTAN diz que reforço da Aliança na Europa 'é muito perigoso'

    © AP Photo / Mindaugas Kulbis
    Mundo
    URL curta
    410

    A Rússia repetidamente manifestou preocupação com a expansão militar da OTAN perto de suas fronteiras, encarando a política da Aliança do Norte como uma retórica dos tempos da Guerra Fria.

    O representante permanente da Rússia na OTAN, Aleksandr Grushko, afirmou que o reforço das forças da OTAN na Europa provocou uma virada qualitativa para o pior. Segundo ele, "a situação é muito perigosa".

    "Nossa avaliação sobre isto é bem conhecida: houve uma virada qualitativa para o pior, e pela primeira vez em muitos anos a segurança na região será mais uma vez determinada não pelas medidas de contenção, não por um esforço de garantir a segurança sem a ênfase em meios militares, mas através da manutenção de um certo 'equilíbrio de ameaças'", afirmou o diplomata russo no âmbito do Clube de Discussão Internacional de Valdai. 

    "Nós não vemos nenhum sinal de que a OTAN esteja pronta para parar. Pelo contrário, uma considerável incerteza permanece em relação à possibilidade destas medidas serem reforçadas", disse o representante permanente da Rússia na Aliança. 

    A Rússia vem reiteradamente considerando a expansão militar da OTAN perto de suas fronteiras como um reforço perigoso da corrida armamentista.

     

    Mais:

    Delegação ucraniana revela à OTAN 'ligações' entre Rússia e Daesh
    MRE: Iniciativas da OTAN perto da Rússia levam ao perigoso reforço da corrida armamentista
    Ações da OTAN poderiam ser recebidas pela Rússia como amigáveis?
    Rússia se preocupa com aumento de 40% dos gastos militares dos EUA na OTAN
    Tags:
    expansão, Guerra Fria, militar, corrida armamentista, fronteira, OTAN, Aleksandr Grushko, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik