08:07 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Ex-chefe do FBI, Robert Mueller

    Kremlin deixa sem comentário nomeação de Mueller para investigar caso russo

    © REUTERS/ Jonathan Ernst
    Mundo
    URL curta
    330

    O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, qualificou a nomeação do ex-chefe do FBI, Robert Mueller, para o cargo de procurador especial para investigar a alegada influência de Moscou nas eleições norte-americanas como assuntos internos dos EUA, que não precisam de comentários.

    "Não podemos falar por nossos colegas norte-americanos. Não temos nada para comentar, pois são assuntos internos dos EUA", disse Peskov aos jornalistas.

    O Departamento de Justiça dos Estados Unidos indicou nesta quarta-feira o ex-chefe do FBI, Robert Mueller, para investigar a suposta interferência russa nas eleições presidenciais do país, em 2016.

    A Inteligência dos EUA havia acusado a Rússia de tentar influenciar as eleições, enquanto Moscou negou repetidamente todas acusações, que Dmitry Peskov descreveu como "absolutamente infundadas".

    Twitter

    Siga Sputnik Brasil no Twitter e fique por dentro das notícias mundiais do momento.

    Mais:

    Chanceler ucraniano afirma que EUA estão prontos para 'aumentar a pressão' sobre Rússia
    EUA reconhecem a importância da Rússia no combate ao Daesh
    Tags:
    investigação, nomeação, FBI, Dmitry Peskov, Robert Mueller, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik