03:27 22 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    322
    Nos siga no

    O atual responsável pelas relações públicas do partido francês pode ter relação com financiamento ilegal da Frente Nacional.

    Marine Le Pen após anúncio dos resultados das eleições
    © AFP 2020 / DENISE CHARLET
    A justiça francesa apresentou acusações a Frederic Chatillon, amigo da candidata presidencial Marine Le Pen e responsável pelas relações públicas do partido Frente Nacional.

    Uma série de publicações locais divulgaram a informação, inclusive a AFP e o jornal Monde.

    Segundo este último, Chatillon é acusado de calote e esbanjamento de fundos públicos durante as eleições municipais em 2014 e 2015. As acusações, segundo acaba de ser divulgado, foram apresentadas em 15 de fevereiro no âmbito da investigação preliminar, aberta pela procuradoria de Paris em 9 de novembro de 2017.

    Já não é o primeiro escândalo ligado com o nome de Chatillon: no ano passado vários veículos de notícias, inclusive o Monde, publicaram documentos da empresa jurídica Mossack Fonseca. Alegadamente, os papéis mostram a participação de Chatillon em esquemas de lavagem de dinheiro por via de offshores. 

    Enquanto isso, a legitimidade dos documentos nunca foi provada e a própria Mossack Fonseca tinha dito que nega a autenticidade destes, classificando as ações dos jornalistas como crime.

    Mais:

    Chanceler francês denuncia suposta interferência russa nas eleições da França
    Tags:
    calote, escândalo, eleições presidenciais, Frente Nacional, Marine Le Pen, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar