Em primeira viagem como candidata à presidência francesa, Le Pen expressa apoio a Assad

© AFP 2022 / Joel SagetFrench presidential election candidate for the far-right Front National (FN) party Marine Le Pen. (File)
French presidential election candidate for the far-right Front National (FN) party Marine Le Pen. (File) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Depois de se reunir com o presidente libanês, Michel Aoun, e o primeiro-ministro Saad Hariri durante uma viagem de dois dias ao Líbano, a candidata de extrema-direita e líder da Frente Nacional disse que o presidente sírio Bashar Assad, é "a solução mais reconfortante para a França" contra a crise na Síria.

A viagem representou a primeira grande incursão na política externa da candidata, uma das favoritas ao pleito a ser realizado dia 23 de abril. 

O presidente do partido da Frente Nacional (FN) da França, Marine Le Pen, visita a Praça Vermelha de Moscou antes de uma reunião com o porta-voz estatal da Duma Sergei Naryshkin, em 26 de maio de 2015. AFP PHOTO / KIRILL KUDRYAVTSEV - Sputnik Brasil
Inteligência francesa diz que Rússia tentará influenciar eleição a favor de Le Pen
Segundo Marine Le Pen, não há "solução viável" para a guerra civil no país e que, da forma como via, as opções hoje se limitavam a escolher entre Assad e o Daesh (grupo terrorista conhecido como Estado Islâmico, proibido na Rússia).

"Eu expliquei claramente que no cenário político a opção menos ruim é a politicamente realista. Parece que Bashar Assad, hoje, é evidentemente a solução mais reconfortante para a França".

A candidata sempre demonstrou preferência pelo presidente sírio, em discordância à política externa adotada pelo país dela.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала