16:59 13 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Soldados do Exército Brasileiro

    Temer reconhece 'crise nacional' e autoriza Forças Armadas em presídios

    Valter Campanato/ Agência Brasil
    Mundo
    URL curta
    431113

    O governo brasileiro autorizou o envio das Forças Armadas aos presídios para buscar conter a crise no sistema penitenciário do país.

    Segundo o porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola, o governo reconheceu que a crise carcerária atingiu "contorno nacional" e autorizou a atuação das Forças Armadas nos presídios federais. 

    “Em uma iniciativa inovadora e pioneira, o presidente coloca à disposição dos governos estaduais o apoio das Forças Armadas. A reconhecida capacidade operacional de nossos militares é oferecida aos governadores para ações de cooperação específicas em penitenciárias”, disse o porta-voz durante coletiva de imprensa nesta terça-feira. 

    “Haverá inspeções rotineiras nos presídios com vistas a detecção e apreensão de materiais proibidos naquelas instalações. Essa operação visa restaurar a normalidade e os padrões básicos de segurança nos estabelecimentos carcerários brasileiros", disse Parola. 

    Michel Temer discutiu a crise penitenciária nesta terça-feira com ministros e assessores, e foi decidido criar uma comissão nacional para reforma do sistema prisional. 

    O número de mortes em presídios brasileiros apenas nas primeiras duas semanas deste ano já chegou a 134 casos. 

    Mais:

    Presidente do STF pede esforço a tribunais para reduzir superlotação nos presídios do país
    'Teoricamente, não há risco de ocorrerem massacres em presídios do Rio'
    ONU: Tratamento desumano é causa de crise nos presídios do Brasil
    Temer diz que crise em presídios ultrapassa a segurança pública, é preocupação nacional
    Tags:
    crise penitenciária, presídio, operação, mortes, Forças Armadas do Brasil, Michel Temer, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik