19:09 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Refugiados e migrantes chegam à praia da ilha grega de Lesbos, 9 de setembro de 2015

    7.200 migrantes e refugiados morreram ou desapareceram em 2016

    © REUTERS/ Dimitris Michalakis
    Mundo
    URL curta
    413810

    A Organização Internacional para as Migrações informou hoje (17) que desde o início do ano quase 7.200 migrantes e refugiados morreram ou desapareceram em 2016 em todo o mundo, um número 20% maior em relação a 2015.

    De acordo com a entidade, de um total de 7.189, 4.812 morreram ao tentar atravessar o mar Mediterrâneo para chegar à Itália, Grécia, Chipre e Espanha – uma média de 20 mortes por dia.

    A Organização destaca ainda que, até o fim do ano, a estatística pode aumentar em mais 200 ou 300 mortes.

    A travessia do Mediterrâneo, utilizada por cerca de 360 mil migrantes este ano, é o caminho mais perigoso em todo o mundo. De acordo com informações recebidas pela OIM, 88 pessoas morreram esta semana no naufrágio de um barco que transportava 114 passageiros ao largo da costa de Zawiya, na 

    Mais:

    Índia libera US$ 300 milhões para refugiados paquistaneses
    Turquia ameaça abrir fronteiras da Europa para refugiados
    Refugiados: futuro secretário-geral da ONU critica Europa
    Tags:
    mortes, refugiados, migrantes, Organização Internacional para as Migrações
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik