02:45 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    390
    Nos siga no

    O Ministério das Relações Exteriores da Rússia criticou a posição das Nações Unidas em relação à recente operação em Aleppo conduzida pelas forças sírias.

    Segundo a diplomacia russa, a ONU corrobora com a "campanha" de descrédito das operações antiterroristas para libertar Aleppo. 

    "Situação em que o secretariado da ONU torna-se parte da campanha do Ocidente para desacreditar os esforços antiterroristas da Síria e da Força Aeroespacial da Rússia", diz o comunicado.  

    A chancelaria russa também informou que mais de 4 mil pessoas abandonaram os bairros da Aleppo oriental. 

    "Mais de 4 mil pessoas já saíram dos bairros da região oriental de Aleppo", afirma o ministério russo, acrescentando que participam da evacuação "20 ônibus de passageiros, 10 ambulâncias e automóveis dos próprios militantes, somando cerca de 100 veículos".

    Além disso, Moscou pediu que as estruturas da ONU juntem esforços imediatamente para fornecer ajuda humanitária aos sírios, em particular aos residentes de Aleppo

    Mais:

    Assad: 'História está sendo escrita com a libertação de Aleppo'
    Militantes foram expulsos de todos os bairros de Aleppo
    Por que mídia ocidental espalha mitos sobre 'atrocidades do exército sírio em Aleppo'?
    Ambulâncias e ônibus com militantes saem de Aleppo acompanhados por oficiais russos
    Tags:
    antiterrorismo, operação, evacuação, campanha, ajuda humanitária, conflito, ONU, Aleppo, Síria, Ocidente, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar