14:55 03 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    592
    Nos siga no

    A China e a Venezuela reforçaram seus laços econômicos como parte da agenda produtiva do governo sul-americano frente à queda dos preços do petróleo. A informação é do vice-presidente do Conselho de Ministros para Planificação da Venezuela, Ricardo Menendez.

    Foi avançado "um trabalho importante na comissão mista de alto nível China-Venezuela para dar um salto no desenvolvimento do Plano Binacional de 2025; complementaridade econômica e desenvolvimento de investimentos em materiais de óleo para o fortalecimento e aumento da capacidade produtiva", disse Menendez em comunicado.

    Foi ressaltado que a visita da delegação venezuelana à China teve como propósito aumentar a cooperação em áreas estratégicas para a Venezuela como hidrocarbonetos, mineração, infra-estrutura e serviços, com particular interesse na diversificação industrial e produtiva do país.

    Menendez explicou que a Venezuela vê na aliança com o país asiático uma oportunidade para aumentar a sua capacidade de produção e fazer frente ao "bloqueio financeiro e a guerra econômica" que, segundo ele, existe contra seu país.

    "Nós somos um dos poucos países no mundo que pode dizer neste momento que temos um projeto político revolucionário para enfrentar a situação com sentido estratégico, que tem uma visão de desenvolvimento que partilha com um país como a China", disse ele. 


    Mais:

    Será que Venezuela é um país-pária no comércio latino-americano?
    Confronto Brasil x Venezuela nos Direitos Humanos da ONU
    Juventude chavista ocupa a entrada do palácio presidencial da Venezuela
    China exigirá dinheiro de volta à Venezuela qualquer que seja novo governo
    Tags:
    produção, guerra econômica, bloqueio, economia, relações, cooperação, aliança, petróleo, Venezuela, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar