03:11 25 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Bandeira nacional síria perto de uma igreja ortodoxa no bairro cristão da cidade de Aleppo, Síria, 12 de agosto de 2016

    'Aliados da Síria lutam pela unidade do país', diz ministro sírio

    © Sputnik / Mikhail Alaeddin
    Mundo
    URL curta
    310

    O ministro da Informação sírio, Ramez Tourjman, declarou nesta sexta-feira (30) que a Rússia e outros aliados da Síria lutam pela preservação do país como um único estado, sob a bandeira da República Árabe da Síria, apesar das tentativas de dividir o país.

    Tourjman disse em uma entrevista à agência Sputnik que há tentativas de transformar a Síria em vários estados menores, construídos sobre uma base étnica ou religiosa.

    "A Rússia desempenha um papel muito importante nesta região, levando-a para uma estabilidade, e, como consequência, para uma estabilidade no mundo", disse ele, acrescentando que a Rússia, assim como outros aliados da Síria, "procuram preservar uma unidade geográfica do país", enquanto "agressores" buscam intervir na unidade síria. 

    "Moscou, na minha opinião, continuará a prestar assistência necessária à Síria, independente da força alcançada pelo Ocidente e sua prepotência", observou o ministro. 

    O conflito sírio acontece desde março de 2011 e, segundo os dados da ONU, já causou mais de 220 mil mortes.

    A Força Aeroespacial da Rússia, por pedido oficial de Bashar Assad, vinha realizando a operação aérea na Síria desde 30 de setembro do ano passado. 

    Em março, o presidente russo, Vladimir Putin, ordenou o início de retirada dos militares russos da Síria, argumentando que, de maneira geral, os objetivos definidos tinham sido cumpridos. 

     

    Mais:

    Ainda existem chances de reviver acordo entre Rússia e EUA sobre Síria
    'Rússia e Síria sacrificam seus heróis e o povo aprecia isso'
    Rússia responde à ameaça dos EUA de romper cooperação na Síria
    Síria já não existiria, se Rússia não tivesse intervindo
    Tags:
    agressão, soberania, unidade, Bashar Assad, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik