22:29 23 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Helicóptero Mi-17 V-5

    Talibã sequestra tripulação de helicóptero Mi-17, incluindo um russo

    © Sputnik/ Maksim Bogodvid
    Mundo
    URL curta
    2118708

    O consórcio Helicópteros Russos está verificando as causas da aterrisagem forçada de um helicóptero Mi-17 paquistanês no Afeganistão, informou na sexta-feira o porta-voz da entidade.

    A fonte informou à agência RIA Novosti que o Mi-17 com pilotos paquistaneses a bordo estava seguindo para um dos pontos de manutenção pertencente ao consórcio. Os peritos estão em contato permanente com o Ministério das Relações Exteriores do Paquistão e com o governo do país. 

    Segundo o porta-voz, o contrato de assistência técnica foi fechado em julho de 2016.

    De acordo com as informações, o helicóptero fazia um voo de Peshawar para a cidade de Bukhara, no Uzbequistão quando ocorreu a aterrisagem forçada.

    Sete pessoas que seguiam a bordo do Mi-17, incluindo um cidadão russo, foram tomados reféns por militantes do Talibã.

    Segundo a RIA Novosti, os seis tripulantes do Mi-17, incluindo um cidadão russo, estão vivos e foram tomados como reféns pelo Talibã.

    Mais:

    Helicóptero paquistanês cai no Afeganistão; autoridades temem captura pelo Talibã
    Сoalizão dos EUA é inútil no combate contra Talibã no Afeganistão
    China foge à questão da visita do grupo radical Talibã a Pequim
    Tags:
    russo, reféns, helicóptero, aterrissagem, Mi-17, Talibã, Helicópteros Russos, Uzbequistão, Paquistão, Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik