Helicóptero paquistanês cai no Afeganistão; autoridades temem captura pelo Talibã

Nos siga noTelegram
Um helicóptero MI-17 do governo paquistanês fez um pouso forçado em território afegão controlado pelo Talibã nesta quinta-feira (4). As autoridades temem que todos os passageiros e tripulantes tenham sido capturados pelos insurgentes.

O helicóptero aterrisou na província de Logar, perto da fronteira entre Afeganistão e Paquistão.

"Os detidos pelos talibãs são paquistaneses", disse Sameem Saleh, porta-voz do governo de Logar, citado pela Reuters. "O helicóptero não foi atingido, mas fez o pouso forçado devido a uma falha técnica", acrescentou.

Um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Paquistão confirmou que um helicóptero pertencente ao governo provincial de Punjab tinha caído, mas disse que o destino da tripulação ainda não estava claro.

"As autoridades afegãs asseguraram que vão investigar e descobrir o paradeiro do helicóptero e dos passageiros", disse o porta-voz Nafees Zakaria.

Ele disse ainda que sete passageiros estavam a bordo, seis paquistaneses e um técnico russo. O piloto era paquistanês.

Forças de segurança afegãs mantêm vigilância no Afeganistão - Sputnik Brasil
Сoalizão dos EUA é inútil no combate contra Talibã no Afeganistão
A aeronave tinha permissão para sobrevoar o espaço aéreo afegão em seu caminho para o Uzbequistão, acrescentou o funcionário.

Pelo Twitter, o porta-voz militar tenente-general Asim Bajwa disse que o chefe do Exército paquistanês, general Raheel Sharif, entrou em contato com o general comandante dos EUA John Nicholson para pedir a ajuda da coalizão militar internacional no resgate.

Hameed Khan, governador do distrito de Azra, em Logar, também disse que os passageiros e o piloto foram “detidos pelos talibãs”.

 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала